domingo, 30 de maio de 2010

cem sonetos de amor, de pablo neruda

3 comentários:

Arturo Meio Ambiente disse...

Perfeito, muito bom! parabéns, eu tenho acompanhado o blog, abraços

Gui disse...

SEM PALAVRAS...
LUCIANA,
UM GRANDE ABRAÇO!
http://viagemaomundoodossentimentos24x7.blogspot.com

jefhcardoso disse...

Que amante dedicado fora Neruda à esta amante Medusiana. (sorrio).
Linda declaração. Com tão modesta ambição certamente ganhou mais que todos os outros amantes mais ambiciosos de imagens.

Abraço e até breve: Jefhcardoso